Telefone (13) 3234-9499
Tel: 0800 774 0540
TRABALHANDO PARA
OFERECER TRANQUILIDADE

Pragas Urbanas

Pombos

São aves de origem européia, encontradas no mundo todo. Abrigam-se e constroem seus ninhos em locais altos como prédios, torres de igrejas, forros de casas e beirais de janelas. Formam casais para a vida toda e tem grande capacidade de vôo.

Alimentação

Os pombos alimentam-se de grãos, mas podem reaproveitar restos de alimentos ou até mesmo lixo. Alimentação ativa em praças e parques acarreta considerável aumento da população.

Possíveis danos

Por terem fezes extremamente ácido-corrosivas e aparelho digestivo curto, defecam constantemente, danificando e contaminando equipamentos, veículos, produtos armazenados. Filhotes e ovos atraem ratos e baratas. As penas, os restos de ninhos e cadáveres dos pássaros provocam entupimentos de redes ou malhas pluviais superiores dos prédios. Por terem fezes extremamente ácido-corrosivas e aparelho digestivo curto, defecam constantemente, danificando e contaminando equipamentos, veículos, produtos armazenados. Filhotes e ovos atraem ratos e baratas. As penas, os restos de ninhos e cadáveres dos pássaros provocam entupimentos de redes ou malhas pluviais superiores dos prédios.

Geram grandes transtornos, em virtude da quantidade de fezes que eliminam nas janelas, sacadas, beirais, praças, carros, podendo transmitir doenças como: Criptococose, salmonelose, ornitose, alergias respiratórias, dermatites.

Curiosidades

Segundo a Lei 9605 de 12/02/98 (Artigo 29, parágrafo 3º), os pombos são considerados domésticos levando assim qualquer ação de controle que provoque a morte, danos físicos, maus tratos e apreensão, passível de pena de reclusão e inafiançável de até 5 anos.

Para o controle de pombos é necessário construir barreiras físicas para dificultar a construção de ninhos e abrigos repelindo-os sem ferir, matar ou capturar.